Compartilhe:

Nuzmam é preso pela Lava Jato por fraude na escolha da Rio 2016

RondoniaInfo Nuzmam é preso pela Lava Jato por fraude na escolha da Rio 2016

Leonardo Gryner, ex-diretor de operações do comitê Rio 2016 e braço-direito também foi preso pela Lava Jato

O pedido de prisão temporária, diz O Globo, baseou-se em e-mails encontrados no Comitê Olímpico trocados entre Nuzman, Gryner e Papa Diack, que recebeu propina para votar a favor do Rio de Janeiro.

De acordo com a Lava Jato, eles tentaram ocultar bens.

Das medalhas de ouro para as barras de ouro

Depois da Unfair Play, um mês atrás, Carlos Arthur Nuzman retificou seu imposto de renda.

“Na nova declaração”, diz O Globo, “Nuzman incluiu valores em espécie — justamente aqueles apreendidos em sua residência na deflagração da operação —, bem como 16 barras de ouro de 1kg cada, depositadas na Suíça, no valor total de R$ 2 milhões”.

Fonte: O Antagonista e O Globo
Foto: Reuters